sexta-feira, 7 de maio de 2010

"Se o Amor é..."



















Diz assim, escrito a lápis (como era a tradição os pretendentes
- a uma dança - escreverem durante os bailes), numa das dobras
da parte interior de um leque (talvez do início do séc. XX):

"Se o Amor é a Vida, V. Ex.ª mata-me."



















Se não é de tirar o fôlego?!...

5 comentários:

Graça Pires disse...

Interessantíssimo. É de tirar o fôlego, sim..
Um beijo.

Sofia Guerra disse...

tu é que és de tirar o fôlego* :)
quem se lembraria disto senão tu* lindo :)

Richard Mathenhauer disse...

Coisas que hoje não mais se vê...

Abraços,

serrata disse...

É preciso pegar no objecto. Não se tem noção se não se pegar nele. :) Acontece frequentemente a quem compra livros usados; tenho um "Seascape: Needle's eye" (do nosso amigo) que alguém dedicou a alguém. Posso garantir: pegar num objecto assim é uma grande emoção e uma grande responsabilidade também; sentimo-nos depositários de algo muito importante.

Alma disse...

Quem sabe um dia posso fotografar esse "Seascape: Needle's eye". Seria não só uma grande responsabilidade, como uma grande honra. "Pegar" também não seria má ideia... *suspiro*

"Abreij*"


contador gratis