quinta-feira, 31 de dezembro de 2009

Let's

Reflectir. Porque Natal e Carnaval são todos os dias. Porque “nada se cria, nada se perde”, tudo se interliga. Porque umas pessoas parecem que se vão, mas ficam mais do que nunca. Porque outras parece que aparecem, mas sempre estiveram. Porque eu posso renascer sempre que eu quiser, mas preciso de rituais. Porque eu sou um ser humano e esta noite vou usar cuequinha cor-de-rosa nova, sim senhoras e senhores… Porque, embora a minha vida apenas comece aos 38 - o mais tardar - eu já ressuscitei há milénios. E 2010 não será um ano qualquer, nem mais um ano. E não é para se ter medo dos relâmpagos, nem dos ventos, nem dos movimentos das placas tectónicas. É, repito, para se sorrir em tempo real. Que é [o tempo que fazemos].
Agora, sim, “let’s dance!”...

6 comentários:

Sun Iou Miou disse...

Vim dançando a deixar um pacotinho de bom de tudo, e dançando vou, Alma. :)

(Reflectir só quando derem um bocado de silêncio. ;) )

Alma disse...

Que pode ser quando o procurarmos... ;)*

Anónimo disse...

Renasce, porque tens esse poder, e vamos recomeçar em 2010...
Viva 2010!!!
As pessoas vão, mas fica tudo o que nos deram e ensinaram e nós crescemos, crescemos e transformamo-nos em gigantes.
cisa

Jorge Costa disse...

Não sei quantas almas tenho.
Cada momento mudei.
Continuamente me estranho.
Nunca me vi nem acabei.
De tanto ser, só tenho alma.
Quem tem alma não tem calma.
Quem vê é só o que vê,
Quem sente não é quem é,

Atento ao que sou e vejo,
Torno-me eles e não eu.
Cada meu sonho ou desejo
É do que nasce e não meu.
Sou minha própria paisagem;
Assisto à minha passagem,
Diverso, móbil e só,
Não sei sentir-me onde estou.

Por isso, alheio, vou lendo
Como páginas, meu ser.
O que segue não prevendo,
O que passou a esquecer.
Noto à margem do que li
O que julguei que senti.
Releio e digo : 'Fui eu ?'
Deus sabe, porque o escreveu
Alberto Caeiro

Anónimo disse...

A raven came to me,
Spoke to me in my dream.
A long lost prophecy,
A forgotten legacy.

Echoes of yesterday,
Won't let these dreams fade away.
All the beauty I adored,
At the edge of the world.

Across the universe,
Time is to be reversed.
No shelter can be found,
To this fate, we are bound!

Behold the final hour,
The last times will be dour.
All life falls into gorge
Of the end of the world!

Alma disse...

I love eating depressed ravens for breakfast.


contador gratis