sábado, 10 de outubro de 2009

Or-acções

- Dada?

- Sim?

- Faz alguma diferença eu não pedir recibos no multibanco pensando poupar árvores, não usar sabonete líquido pensando evitar fazer-se mais plástico, usar lâmpadas económicas e retirar os carregadores das fichas e...

- Sim, toda.

- Toda?

- No teu universo que, afinal, é o universo de todos.

- Mas sinto-me alienada, ridícula, até, ao empenhar-me em gestos tão insignificantes, que mais me parecem perdidos...

- Os teus gestos simples são orações acompanhadas de acção.
São or-acções que brotam do teu coração, do coração do Planeta - que tu anseias apaziguar - e do âmago do próprio Cosmos.
Todos esses corações são um e o mesmo Coração em diferentes escalas, para onde se dirigem os teus actos, apenas nas tuas palavras, perdidos... Limpando, curas. Curas-te.
O Coração apenas Um: n a d a l h e s c a p a.

(silêncio)

- Dada?

- Sim?

- Este "Nosso" Coração sente que as or-acções são ainda muito poucas...

- "Ainda". Mas até uma grande epopeia começa com apenas uma pequena, quase perdida, palavra...

1 comentário:

Anónimo disse...

Como é possível ninguém ajudar Dada, pensarão que só destroem Dada e que são indestrutiveis, coitados!!! Quando acordarem das guerras, do consumismo(os pequenos) do poder e do dinheiro(os grandes, que não são grande coisa, nem para lá caminham)será tarde demais. E nós tambem por vezes somos demasiado consumistas, não? ou sou só eu?


contador gratis