quinta-feira, 11 de dezembro de 2008

"road to nowhere"....


(Figueira da Foz)



.... or is that the Sea I see?




eU

2 comentários:

Nelson disse...

Existem caminhos que se abrem perante nós como se fossem uma surpresa. Será que os vamos percorrer? Arriscamos? Ou não? Talvez dependa muito da nossa capacidade de imaginar o destino (Mar) a que nos leva este caminho, e o que acreditamos (ou não) que ele possa encerrar na sua ondulação de vida.

serrata disse...

SEM FIANÇA

O passadiço indica o mar.
Faremos ao contrário,
o improvável por garantia:
leva-me esquiço
a um desses cais de rio
como o lugar onde
muito sensível à luz
se guarda a colecção
menino.

DF
Julho 2005


contador gratis